As influências da diva pop na moda no decorrer das décadas

No mês passado, dia 16/08, a rainha do pop, Madonna Louise Ciccone, completou 58 anos. E se você nunca viu com olhos atentos as várias transformações dessa camaleoa, nós vamos mostrar como seu trabalho influenciou e continua inspirando moda.

Madonna sempre teve um estilo audacioso e desde que lançou seu primeiro álbum auto-intitulado nos anos 80, mudou a maneira de vestir e o comportamento de muitas mulheres mundo afora. O meio da música dessa época foi marcado por hits como Like a virgin e um visual cheio de rendas, babados e rebeldia. Seus looks e performances faziam contraponto entre sagrado e profano, e gritavam na cara da sociedade a libertação sexual, principalmente feminina (coisa que mais de 30 anos depois ainda continua sendo tabu em alguns pontos).

                  Madonna início da carreira

O vestido de noiva com o cinturão Boy Toy usado pela cantora na edição do VMA de 1983 e sua apresentação provocativa despertaram além dos olhos da crítica musical  e claro dos religiosos de plantão, também a curiosidade de quem ditava moda naquele momento. E na sua primeira grande turnê no início dos anos 90, a Blond Ambition Tour, Jean-Paul Gaultier cria seu figurino mais marcante até hoje, o famoso sutiã em formato de cone, que enfatizava as formas do corpo feminino e juntamente com as coreografias eróticas, fizeram o papa João Paulo II mobilizar os fiéis a não comparecerem aos shows. O que parece só ter gerado ainda mais mídia em torno do nome da artista.

Com um histórico marcado por rebeldia e sexualidade explicita em seus trabalhos, em 96 Madonna surpreendeu o público em geral ao interpretar Eva Perón no cinema. A partir daí, e com o nascimento de sua primeira filha, Lourdes Maria, no mesmo ano a cantora inicia uma nova fase também em sua música, onde se mostra mais maternal e influenciada pelo misticismo oriente da Cabala.

Madonna em suas várias transformações visuais

Em sua turnê seguinte, Drowned World Tour de 2001, depois de quase 8 anos longe dos palcos, a Diva trás um figurino com várias influências que vão desde os tradicionais trajes escoceses, passando pelo country americano, até a milenar cultura japonesa. Os looks criados por Gaultier, Dsquared e Arianne Phillips viraram uma forte tendência de moda, e todas as grandes marcas e as fast fashion do mundo tinham coleções com essas referências em suas lojas.

Daí em diante, várias das imagens construídas para os seus shows como no caso da Confessions on a dance floor tour, que trouxe de volta a moda os brilhos dos embalos de sábado a noite para as passarelas e ruas, Madonna já passou por várias facetas sempre se reinventando seja em parcerias com novos estilistas, ou se arriscando em novos estilos musicais.

Além disso no decorrer de sua trajetória já foi embaixadora de marcas de renome como Versace, Dolce & Gabanna e Louis Vuitton. E recentemente criou uma linha de roupas em parceria com sua filha, a Material Girl, que faz referência a um de seus grandes sucessos do início da carreira.

Campanhas de moda

Com tantos atributos artísticos e de personalidade única, fica até difícil de dizer se a rainha do pop sempre se inspirou na moda, ou se essa sempre irá buscar referências na grande mulher que é Madonna. God save the Queen!

tumblr_n39s2loa7c1qc73uho1_500

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •